sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Encontro da Confece na Mello II

Felizes em saber que os bares e restaurantes que valorizam a cultura cervejeira estão crescendo e se expandindo, fomos conhecer a nova unidade da Mello Pizzaria, no Buritis. A casa ficou uma graça e com o mesmo aconchego da Mello I, na rua do Ouro. Além do atendimento de primeira, a carta de cervejas tem excelentes rótulos e (o melhor) copos adequados para cada um deles. 

Desta vez, resolvemos explorar os petiscos da casa - já que as pizzas já foram mais que aprovadas pela Confece:

1. Wexford com Camarão Empanado
Cerveja inglesa, de coloração âmbar, 5% de álcool, estilo Cream Ale, creme muito denso e consistente, advindo da capsula de nitrogênio dentro da lata. 
Melhor harmonização da noite. O camarão - que estava sensacional - valorizou a cerveja e realçou seus sabores. E, é claro, tivemos que "rasgar" a latinha para conferir a capsula de nitrogênio.





2. Mac Queens Nessie com Jamon Serrano
Cerveja australiana, estilo Schotch Ale, 5% de álcool, fabricada com malte de whisky da Escócia. Seu nome é uma homenagem ao monstro do Lago Ness. Maturada dois meses antes de ser engarrafada. 
Boa cerveja, mas pede um petisco leve. O sabor do Jamon Serrano sobressaiu. 


3. Anderson Valley Boont com Isca de Filé Grelhado (com gorgonzola)
Cerveja dos EUA, estilo American Amber Ale, com 5,8% de álcool. Aroma de lúpulo herbáceo, acompanhado de um agradável biscoito proveniente do malte. 
Excelente cerva. Aroma de lúpulo herbáceo, cor âmbar, bom corpo, amargor equilibrado e espuma persistente. Com o gorgonzola ela perdeu um pouco de complexidade, mas ainda assim arrasou.



4. Brew Dog Dogma com Carne de Sol e Mandioca
Escocesa, essa cerveja tem 7,4% de álcool, estilo Strong Scotch Ale. Aroma de café com chocolate, perfil mais adocicado. O malte torrado impera, com um balanço de lúpulo. 
Muuuuito boa, como toda Brew Dog. Bem escura, com espuma marrom persistente. Talvez harmonizasse melhor com a sobremesa.



5. Samichlauss com Petit Gateau e Vanilla
A Lager mais forte do mundo, com 14% de álcool, é uma cerveja australiana, estilo Strong Lager. rÉ fabricada uma vez ao ano, no dia 6 de dezembro, dia de São Nicolau (Papai Noel). Envelhecida por 10 meses antes de ser engarrafada. 
Surpreendente! Alta complexidade, cheiro de figo, ameixa preta, castanha. Doce, âmbar brilhante. Petit Gateau acentuou o álcool. Caberia melhor com harmonização por contraste. 


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Outubro cervejeiro

Seguem abaixo algumas dicas quentes da Confece para este mês:





quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Talk Show sobre cerveja

Hoje tem Pão e Cerveja especial na Fnac do BH Shopping!




terça-feira, 24 de julho de 2012

terça-feira, 10 de julho de 2012

Confece no BH Expobier

Muita honra para a Confece ser citada na coluna da Anna Marina (Estado de Minas / Cultura / Página 2) de hoje, com degustação que vamos promover no BH Expobier, somente para mulheres:

Sabores para todos
Anna Marina
anna.marina@uai.com.br

Publicação: 10/07/2012 04:00


Recebi correspondência informando que, de 3 a 5 de agosto, BH receberá seu primeiro Festival de Cervejas Especiais, na Serraria Souza Pinto. Gostei muito da novidade, porque sou do tempo em que mulher não podia beber cerveja – era vulgar. Quando passei a frequentar o Automóvel Clube, naquelas festas chiques dos anos 1960, a cerveja vinha para mim em jarros de prata. Deus me livre de colocar uma garrafa de cerveja ao lado de uísques e champanhas, as bebidas finas. É claro que precisava ter prestígio para que isso funcionasse. O Perotti, maître da boate Príncipe de Gales, gelava antes o jarro de prata para manter a bebida mais fresca. Santo Perotti, que introduziu no cardápio do clube o famoso filé Diana, que nunca mais vi em lugar nenhum. Como naquele tempo eu ainda comia carne, aprendi até a fazê-lo. Ele me contou que, para o caldo de carne ficar bem fortalecido, era feito com as cascas de ovos usados em outros pratos. Depois era bem coado, para engrossar e dar sabor ao arroz, que acompanhava os bifes bem finos e bem passados.

Quando entrei para o jornal, tirei a barriga da miséria. Como saía de vez em quando com os colegas da redação e o programa principal era botequim e cerveja, pude tomar meus copinhos sem censura. O conforto se completou com a nossa turma do Restaurante Alpino, onde Max, o mais curioso garçom que já encontrei na vida, servia chopes com pouca espuma para caber mais líquido na tulipa. A grana de todos era curta e a sede muita, porque as discussões varavam a noite e, muitas vezes, entravam pela madrugada. Cada tulipa tomada era uma glória, desfalque nas parcas finanças. Mesmo naquela época, as mulheres presentes bebiam, mesmo, suco e Coca-Cola. Uma ou outra, um copo de vinho. Chope ainda era raro.

Depois que andei pelo mundo, provei cervejas até dizer chega. A mais curiosa – para dizer a verdade, a pior – foi a que se chama “morte súbita”, que provei na Bélgica. Vinha naqueles copos redondos, parecendo uma bacia, que depois chegaram por aqui sem muito sucesso. Misturavam-na com um tipo de licor, morte súbita mesmo. Num 12 de outubro que passei em Munique, recebi muitos copos de cerveja não só da plateia que assistia ao desfile como naquela cervejaria imensa a que todos iam depois que a festa de rua acabava. O mesmo local onde, em dia não muito distante, Hitler levantou os germânicos contra os judeus. Nos Estados Unidos, a luta era pedir copo. Não me acostumei jamais a tomar cerveja no bico da garrafa – isso sim, acho vulgar mulher fazer. Mas as cervejas eram muito boas – e populares –, mais baratas que em qualquer outro lugar.

Agora que a bebida se popularizou e até se multiplicou em várias marcas, é legal esse festival de cervejas daqui. O estado se tornou grande produtor de marcas especiais. A correspondência que recebi conta que temos 20 bebidas registradas e ativas, com 123 rótulos de cerveja e 68 de chope. E, claro, o maior expositor confirmado é a Ambev, que, junto com a Schincariol (não gosto nada), mostrará produtos especiais. Além da bebida, a promoção vai contar com empresas especializadas em produzir copos, bolachas e por aí vai. Os promotores do evento estão prevendo a participação de 12 mil pessoas nos três dias da programação. Como cerveja também é cultura, foram organizadas algumas palestras e, coroando tudo, degustação dirigida pela Confraria Feminina da Cerveja – vejam só como o mundo mudou.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Bierfest de São João


No próximo sábado, 7 de julho, a Taberna do Vale irá realizar o Bierfest de São João, com a participação de diversas microcervejarias de Minas. Ao invés de forró, porém, a festa será regada a muito rock’n roll, com as bandas Laranja Mecânica, Banda Classic, Usina e Tex Mex.

Confiram as cervejas presentes no evento:

TABERNA DO VALE – Taberna Hell (Munich Helles) / Carolweiss (Weissbier) / Celtic ESB (Pale Ale Extra Special Bitter) / Duke (English Pale Ale) / Mariwit Grand Cru (Belgian Specialty Ale) / Taberna IPA (English IPA) / Taberna Dry Stout (Dry Stout);

WÄLS – Wäls Wit (Witbier);

FALKE BIER – Falke Ouro Preto (Dunkel Lager) / Falke Red Baron (Vienna Lager);

KRUG BIER – Krug Golden Ale (Belgian Golden Strong Ale);

BACKER –  Imperial Porter

KARPENS – Pale Ale

Os convites podem ser adquiridos na porta do evento por R$ 10 + 1 Kg de alimento não perecível.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Mercado Brasileiro da Cerveja

O crescimento do mercado brasileiro da cerveja é tema do Sábado Cervejeiro do Haus München, no próximo dia 23 de junho, às 13h. A palestra, realizada pela jornalista e sommelier de cervejas Fabiana Arreguy, inclui o tradicional buffet alemão do restaurante. Ótima opção para quem deseja conhecer melhor as oportunidades deste setor.


terça-feira, 19 de junho de 2012

Beer Tour

No próximo sábado, 23 de junho, será realizado o Beer Tour com Rodrigo Lemos. O roteiro começa com um café da manhã na Drik, a nova loja de cervejas especiais de BH. Logo em seguida, haverá visita à Falke Bier, em Ribeirão das Neves, almoço no Clube da Cerveja 201 e uma degustação especial no Reduto da Cerveja!

Para se inscrever, basta mandar um email para rjlemosarq@yahoo.com.br até amanhã, dia 20 de junho. 

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Pizza e cerveja

Uma harmonização perfeita, do início ao fim. Esse foi o balanço da última reunião da Confece, realizada na última quarta-feira, na Mello Pizzaria, em Belo Horizonte.

Logo na chegada, fomos surpreendidas com um cardápio personalizado, preparado com todo o carinho pelo chef Celso Souza, com direito até a uma receita exclusiva: a Pizza de Carpaccio Confece, feita com salmão. Extremamente refrescante, a pizza é servida fria (obviamente) e harmonizou maravilhosamente bem com a levíssima Abadessa Slava, cerveja do estilo German Pilsen, porém não filtrada.

Um dos poucos lugares a oferecer a cerveja Abadessa em Belo Horizonte (senão o único), a casa preparou a Pizza Nem Mello (camarão, alho poró, bacon e creme de leite) para degustação juntamente com o estilo Helles da mesma marca. Sucesso absoluto. Que pizza deliciosa, diga-se de passagem. Aquela massa fininha não me sai da cabeça.

Logo em seguida, partimos para as cervejas Fuller's (IPA e Golden Pride), já apreciadas e queridas das confreiras. Para harmonizar, pizzas de calabreza e filé com gorgonzola. Sensacional!

Ah, sem contar a entrada: uma massa de pizza crocante com alecrim!!!

Enfim, uma noite agradável, com boas cervejas, boas pizzas e um ambiente extremamente acolhedor.









terça-feira, 12 de junho de 2012

Turismo cervejeiro ganha força em BH

A cultura cervejeira de Belo Horizonte vai virar oficialmente uma atração turística da capital. Na última semana, a Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) anunciou apoio ao BH Expobier 2012, evento que vai reunir os principais produtores de cerveja de Minas Gerais na Serraria Souza Pinto, de 3 a 5 de agosto.


Reconhecido como reduto de boas cervejas, Minas Gerais possui hoje 20 cervejarias registradas, com 123 rótulos e 68 tipos de chope, totalizando 191 produtos. “O BH Expobier é um evento de grande potencial turístico. A iniciativa da prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, mostra a preocupação do município em apoiar eventos que promovam a cidade, fomentando-a como destino turístico, fortalecendo sua cultura e resgatando as tradições locais”, destaca Cindra Gomes, diretora da Estrela Brasil Produções, que está organizando o evento.


O Festival de Cervejas Especiais também visa reunir importadoras, fornecedores, distribuidoras, bares, restaurantes e demais agentes da cadeia produtiva da cerveja, além de promover, por meio de apresentações artísticas e culturais, a valorização das tradições regionais e reforçar a vocação da capital para o turismo de negócios.


Com o apoio da Acerva Mineira, o evento contará ainda com cursos e palestras sobre produção artesanal, harmonização e gestão de negócios, buscando abranger todos os setores envolvidos na produção de cerveja. 


As inscrições para a ocupação dos estandes ainda estão abertas e podem ser feitas pelo email bhexpobier@gmail.com. Mais informações pelo site www.bhexpobier.com.br ou pelo telefone (31) 2552-7770.

Oficina Feminina de Degustação de Cerveja

O grupo "Negócio de Mulher" irá promover, no dia 23 de junho, uma Oficina de Degustação de Cervejas Especiais inteiramente dedicada às mulheres. O evento será ministrado pelo cervejeiro Armando Fontes (Cerveja Vilã) e as vagas são limitadas.

Quer testar suas habilidades? Então faça sua inscrição no link: http://bit.ly/KxPTxK

BJCP em Português

Pessoal, é com grande alegria que compartilhamos com vocês a versão em português do Guia de Estilos do BJCP (Beer Judge Certification Program). Com certeza, esse é um grande estímulo para o avanço da cultura cervejeira no Brasil. 

Parabéns ao presidente do BJCP, Gordon Strong, por possibilitar essa edição, e um MUITO OBRIGADA aos tradutores Humberto Fröhlich (coordenador), Adriano Bovo Mendonça, André Luís J. Santos, Fernanda N. Lazzari, Gabriela Gontijo Montandon, Liliane Lewis Xerxenevsky, Luis Balbinot, Marcos Odebrecht Jr, Paulo Dalla Santa, Paulo Patrus e Salo Maldonado!!

Confira no link abaixo a versão completa do guia: 

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Origami Beer

A ideia não é nova, mas é a cara da Confece: um rótulo de cerveja que se transforma em uma flor de origami! O projeto inovador – e extremamente feminino – é da designer Clara Lindsten. A intenção foi proporcionar algo construtivo para quem gosta de brincar com o rótulo da cerveja enquanto bebe... Eu, particularmente, adoro dobrar guardanapos. Seria uma boa e relaxante distração. 



segunda-feira, 21 de maio de 2012

BH Expobier

Vem aí mais um evento para entrar no calendário cervejeiro de BH:




sexta-feira, 18 de maio de 2012

Curso de Harmonização de Cervejas

Para quem está procurando um programa legal para a próxima semana, fica a dica:


quinta-feira, 17 de maio de 2012

Degustação de champegnoise

Na última semana tivemos um dia histórico na Confece. Uma degustação especialíssima, preparada com todo o capricho pela nossa confreira mais fresquinha, Lícia Vieira. Na mesa, nada menos que três exemplares de Malheur (Biére Brut, Dark Brut e Cuvee Royale), mais a deliciosa Samuel Adams Infinium. Para completar, pratos exclusivos by Rima dos Sabores: Barquinha de queijo minas flambada com carne de lata ao molho de rapadura com limão; e Frango grelhado com manteiga de camarão.

Originária da cidade medieval de Buggenhout, a Malheur é fabricada pela cervejaria De Landtsheer - uma das três do mundo que utiliza o processo de champegnoise para produção de cerveja. Além dela, só existe a Deus e a Eisenbahn Lust (brasileira!) fabricadas por esse método, que consiste na maturação feita em barris de carvalho e na refermentação do líquido na própria garrafa, a qual é girada manualmente todos os dias na cave da cervejaria até que os fermentos se depositem no gargalo — procedimento conhecido como remuage. O último estágio é a expulsão, pela pressão, dessa borra.

Vejam só se não foi um dia único...








domingo, 4 de março de 2012

A festa

Ufa, a festa passou! E temos uma coisa só a dizer: MUITO OBRIGADA!!!!!

Confira o clipe de Gustavo Xingu e sinta como foi o clima do evento.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Contagem regressiva

Faltam somente quatro dias para um dos melhores eventos cervejeiros de BH. Está chegando a hora de comemorar – em grande estilo – os cinco anos da Confece!

Os preparativos estão a mil por hora e nossa produtora – Cindra Gomes, da Estrela Brasil – está de cabelo em pé com tantos detalhes para organizar: gelo, tinas, chopeiras, som, comidas, bebidas, pessoal, brindes, banners, sorteio, carreto, taças, bolo, docinhos... e algumas surpresinhas mais. Tudo deve estar em ordem para que possamos curtir ao máximo nossa festinha de aniversário.

A festa da Confece, que promete entrar para o hall dos melhores eventos cervejeiros da capital mineira, pode ser considerada também uma das mais democráticas. Ao todo, serão mais de 50 rótulos. Além de parceiros de peso como Ambev, Femsa, Nova Schin, Itaipava e Mart Plus, a confraria conta ainda com o apoio de cervejarias de pequeno e médio porte, de todo o país: Krug Bier, Backer, Wäls, Falke Bier, Colorado, Trovense, Dortmund, Göttlich Divina, Blondine, Celtic e OPA Bier, além de produtores artesanais da bebida.

Os distribuidores de cerveja também entram com rótulos nacionais e internacionais, como Weihenstephan e Diva (Gusto), Brooklyn (Brazil Ways), Brew Dog (Reduto da Cerveja), Einbecher e Paulistânia (Bier & Wein) e Sauber (Mamãe Bebidas).

Como em 2011, será realizada uma Mostra de Cerveja Artesanal, com oito cervejas de produção caseira: Lisboa, Ouropretana, Essebier, Karpens, Vinil, Independente, Conceição e Aurora – estas duas últimas, fabricadas por nós.

O menu da festa é todo composto por pratos das principais casas noturnas da capital, além de laticínios e padarias, como: Chiari (frios e embutidos), Laticínios D’Annita (queijos gorgonzola, gouda e tilsit), Pão Alemão HB (pães de centeio e pasta suína defumada), Rima dos Sabores (Turbacon), Celtic Irish Pub (Dublin Coddle), Haus München (Almôndegas suínas), Brothers Beer (Mandioa Brothers), Clube da Cerveja 201 (Canela de Leitão), Seu Romão (Moela com pescoço de peru ao molho), Agosto Butiquim (Pecado Original), Paladino (Combinado de moquequinhas), Xico da Kafua (Tropeiro), Piu Braziliano (Escondidinho de Língua) e Vilma Alimentos (Macarrão na chapa com legumes).

E não para por aí. Também fechamos parceiras para oferecer uma variedade impar de brindes e sorteios. Para animar a festa, o Clube do LP comandará o som, juntamente com a banda Black Tofu (rock internacional anos 60 e 70). O evento, com all inclusive, tem ainda o apoio do Minério Mineiro, da Mambo - Drinks Food Music e da Oásis Bebidas.

Para quem já tem o convite garantido, é hora de preparar o fígado e o coração. Mas, quem não conseguiu ingresso para este ano, não desanime. Em 2013 tem mais!

O Tempo

Outra notinha publicada na coluna do Paulo Navarro (O Tempo), dia 17:

Para dar água na boca...

Para quem já está louco para saber o que vai rolar na festa de 5 anos da Confece, segue uma prévia do nosso menu:

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Na mídia

E a Confece continua bombando na imprensa!!!



quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Hoje em Dia - Coluna Vibra BH - 25/01/2012

Amigos, vejam nota publicada pelo nosso amigo Gustavo Mendicino:

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Sábado Cervejeiro com a Confece

O primeiro Sábado Cervejeiro de 2012 do Haus München, marcado para o dia 28 de janeiro, terá a participação especial da Confece. Pela primeira vez em cinco anos, faremos uma reunião aberta para o público em geral - oportunidade única para aqueles que nunca discutiram cerveja com mulher!

“Cervejas de verão” será o tema do encontro, que contará com degustações e discussões sobre o assunto. Os participantes experimentarão cervejas dos estilos Witbier, Bohemia Pilsen, Viena Lager, Dry Stout, Kölsch e Weissbier, que serão harmonizadas com pratos e acompanhamentos da casa.

Como nas reuniões mensais realizadas pela Confece, os participantes serão convidados a preencher uma ficha de avaliação para cada cerveja degustada e poderão dar notas às bebidas de acordo com as especificações dos estilos.

Esta será a 5ª edição do Sábado Cervejeiro do Haus München. O projeto visa disseminar a cultura cervejeira e, para isso, a casa organiza um encontro mensal com convidados que exploram o menu e a carta de bebidas do restaurante, que contabiliza, atualmente, mais de 350 rótulos.

Inscrições pelo telefone 3291-6900. Valor: R$ 49 (incluso cervejas e harmonizações)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Festa - 5 Anos da Confece

Agora é oficial: a festa de 5 anos da Confece está marcada para o dia 3 de março, na Casa Bernardi, de 13h às 20h!!! Música, petiscos, animação e muita - MUITA - cerveja especial é que nos espera.

Vários parceiros já confirmaram presença no evento e a expectativa é reunir 400 pessoas do meio cervejeiro este ano. Veja abaixo nota que saiu no Estado de Minas deste domingo, na coluna do Helvécio: